Vou listar aqui alguns momentos mais comuns onde bebemos. Em alguns casos é só um chopinho, em outros os shots vão se multiplicando e tem os casos nos quais só lembramos como começou, mas o final… Então vamos dividir e classificar esses momentos em 3 níveis: To de Boa, Quero Mais e Vomitei.

 

 

Comemorações

A palavra comemoração, hoje, é tida por muitos como um sinônimo de encher a cara. Quando pensamos num evento social, onde haverão vários amigos, aquela galera que você não vê há um tempão, ou mesmo aquele povo chato que fica só se exibindo no evento, nós queremos é beber! Se for um bom motivo, ficará melhor! E se o evento estiver chato, ficará melhor após alguns drinks!

Nível: Quero Mais

 

Fim de relacionamentos

Essa é de doer! O namoro termina e vem a fossa! As partes separadas até têm o direito que ficar em casa chorando e refletindo sobre o porquê de tudo ter acabado, mas o certo nesse momento é ir ao bar e beber todas! Ache um bom amigo, que seja bom de ouvido e de copo, carregue-o para o bar que fique aberto até mais tarde e abra seu coração!

Nível: Vomitei até a alma!

 

Passei de ano / Entrei na Faculdade

Essa é mais indicada a galera que acaba de concluir o 3º ano do ensino médio que além de finalizar a fase de colégio, também passou no vestibular! Aliás, só para esses, já que como diz nossa legislação, menores de 18 anos não podem beber álcool. Tome aquele porre épico, despeça-se dos amigos, cure a ressaca e comece a treinar! O início da faculdade exigirá muito do seu fígado! É um aspecto social, onde logo no início, você acha seu lugar dentro daquele todo.

Nível: Quero Mais

 

 

Casamentos / Formaturas

Coloquei ambos os eventos junto nesse item, porque são bem semelhantes. Acontece uma cerimônia chata antes, pais babões chorando, família emocionada e amigos ansiosos pelo próximo ato, a grande festa! Capriche na produção e prepare o fígado, porque essa noite será pesada! A mistura de variadas bebidas é quase inevitável, mas se aguentar ficar até o final da festa, será recompensado e ainda sairá com uma garrafa de espumante na mão, que o garçom gente boa liberou depois de você tanto encher o saco dele!

Nível: Vomitei

 

Futebol

Futebol pede uma bebida! Seja assistindo um jogo na televisão ou após jogar aquela pelada com os amigos, uma cervejinha é sagrada! Se vier acompanhada de petiscos e bons papos, melhor ainda!

Nível: Quero mais

 

Matando aula

Essa é para a galera da facul! A clássica arte de matar aulas é algo que merece uma bebidinha! Aliás, esse talvez seja o principal motivo de existir o termo matar aula.

Nível: To de boa

 

1ª saída com alguém

Esse é um momento complicado! Estamos tensos, querendo impressionar a companhia da noite, mas queremos curtir ao máximo aquele encontro. Beba sem perder o controle, para evitar falar algo que não devia e acidentes que não estavam previstos. Mas se solte e aproveite!

Nível: To de Boa

 

2ª saída

Agora sim! Já conhecemos a pessoa com quem estamos saindo, já rola um interesse maior de ambas as partes e basta definir em que momento vamos partir para o que interessa. Vale se soltar mais que o 1º encontro, mas tem que ter a garantia que mais tarde ‘vai rolar’ e você dará conta do recado!

Nível: Quero Mais

 

3ª saída em diante

Agora já somos ‘íntimos’! Já fizemos tudo que queríamos fazer, já sabemos as informações básicas da pessoa que nos acompanha, então vale um porre épico em dupla! Beber, falar alto, cantar, dançar e no dia seguinte não lembrar de nada!

Isso é sempre divertido e estreita a relação.

Nível: Quero Mais / Vomitei

 

Eventos do trabalho

Galera… Vá com calma! Esse tipo de situação tem umas variáveis muito importantes: Tempo de empresa e cargo atual. Aquele que já está na empresa há vários anos e já é um gerente ou diretor, tá liberado! Mas quem entrou há pouco, precisa de moderação. Um estagiário encher a cara e passar mal, acaba sendo engraçado, o cara fica conhecido, mas não sei se vão pensar em contratá-lo mais adiante.

Nível: To de Boa

 

Happy Hour

Esse é o evento! Saidinha pós-trabalho, com o povo que trabalha na mesma empresa, mas que muitas vezes, você não encontra por lá, esse é o momento. Descontraído, informal, leve e feliz, esse é o ritmo que dita o famoso Happy Hour! Vários flertes entre colegas de trabalho começam aí.

Nível: To de Boa

 

 

Com amigos

As melhores companhias para beber! Você pode estar para baixo ou mega feliz, beber com seus amigos será sempre um momento especial! Alguns entram para história e são lembrados eternamente nos momentos de nostalgia. Tudo varia com o quanto você bebeu e o que será lembrado no próximo dia.

Nível: Quero Mais / Vomitei

 

Com família

Esses são eventos complicados! Cada um conhece a família que tem e deve levar isso em consideração na hora das comemorações. No Reveillon, por exemplo, umas bebidas a mais estão liberadas, já num almoço de Dia das Mães, vale refletir antes. Mas aproveite muito o evento!

Nível: Quero Mais

 

Reunião de Negócios

Sabe aquelas reuniões onde não conhecemos as pessoas com quem vamos encontrar e depois dali, rola algo mais descontraído? Então, tenha em mente o termo Beber Socialmente. Beba sem se alterar, apenas para acompanhar. Mesmo que os outros passem do limite, mantenha-se firme no seu propósito.

Nível: To de Boa

 

Com o dono do bar

Quando chegamos ao ponto de beber com o dono do bar é porque já estivemos muitas e muitas vezes naquele bar e temos o cara quase como um amigo. Ele acaba nos tratando bem de início, porque somos consumidores, mas depois acaba rolando uma amizade mesmo.

Nível: To de Boa / Quero Mais / Vomitei – Depende do dia, hora e local 

 

Finalizando

E aí… Se identificou com algum momento? Faltou alguma situação onde invariavelmente vamos beber? Conte para nós! Compartilhe seu momento etílico!

Aquele abraço!

 

Fonte: Papo de Bar