Quando você quer causar uma boa impressão com alguém, provavelmente vai segurar a língua e não falar nenhum palavrão na sua frente. Afinal, foi isso que nos ensinaram desde cedo.

 

Mas, puta que pariu, isso está completamente errado.

 

A ciência acabou de provar que um “porra” ou “caralho” bom colocado na frase pode ter um efeito positivo na conversa. Por quê? Pessoas que falam palavrões são mais honestas, um estudo revelou.

 

Pesquisadores fizeram três experimentos para chegar a essa conclusão. Primeiro, eles pediram para 276 voluntários contarem a frequência que usavam palavrões e fazer um teste de honestidade.

 

 

Depois, 73 mil pessoas foram analisadas no Facebook por meio de um aplicativo, com o objetivo de medir a relação profanidade/integridade no status deles. Por fim, os estudiosos utilizaram dados sobre o uso da palavrões e índice de honestidade em cada estado americano.

 

O resumo da ópera é aquele que você já sabe: palavrão e honestidade andam juntos.

 

“Quando você filtra as palavras que usa durante uma conversa, provavelmente também filtra o que está dizendo”, explicou um dos pesquisadores, David Stilwell, da Universidade de Cambridge. “Alguém que usa palavrões em geral não está adotando nenhum desses filtros.”

 

Deu para entender? Fodástico

 

Fonte: El Hombre